sexta-feira, 9 de março de 2012

QUANTO VALE?



por Jailson Freire
"Não erreis: Deus não se deixa escarnecer; porque tudo o que o homem semear, isso também ceifará." (Gálatas 6 : 7)

É verdade. Há uma espécie de cegueira que não deixa com que alguém veja o produto que está comprando nas suas minúcias; nos seus defeitos e inutilidade. A propaganda é muito forte e por causa disso muita gente é enganada ao comprar um produto do vendedor de ilusões.

A oferta é muitas vezes imperdível. O desejo de possuir é muito forte. O orgulho de poder ter é estonteante.

O poder causa euforia. A capacidade te manipular é entorpecedora.

Ter nas mãos o poder da decisão é a realização do desejo de ser mais que humano... Ser uma espécie de deus.

Quando alguém assim é de alguma forma ferida pela vida, acredita em si mesma ser capaz de aniquilar o agente que ela acredita ser o causador de tal ferida, que pode ser qualquer um.

Tais pessoas na verdade, estão adoecidas pelas circunstâncias de uma existência vazia e sem sentido por causa dos erros cometidos.


Elas jamais estarão satisfeitas. Não conseguem relacionar-se de forma sadia com quem quer que seja. Elas enxergam os outros como espelho de seus próprios defeitos e para elas, os outros é que não têm jeito. Nunca admitem precisar de ajuda e são em sua essência destruidoras de sonhos e de relacionamentos. Mensageiras da desgraça alheia. Insensíveis e desonestas com elas mesmas. Não têm apresso nem mesmo por quem acreditam amar.

Para tais pessoas, qualquer um pode ser o alvo a ser vingado por suas frustrações e descasos. Para tais pessoas sempre será declarada guerra contra qualquer que estiver em sua frente se algo saiu errado na sua caminhada demente.

Elas estão adoecidas e não reconhecem tal fato. Elas estão perdidas e não pretendem aceitar ajuda para encontrar o caminho de volta para a sua saúde emocional e espiritual.

Com isso, elas acabam adquirindo na loja da angústia sementes de amargura e ódio. O que elas adquirem é mercadoria estragada. É alimento contaminado. É carne apodrecida e recheada de males.

O resultado para elas é uma colheita maldita comprada a custa de muita maldade, agressão e ferimentos. O preço que elas pagam é muito alto para suas vidas e para as vidas das pessoas que elas acreditam amar.

O produto comprado por elas poderá ser parcelado em duas vezes... A primeira parcela elas pagam no seu existir e a outra, na eternidade que certamente está por vir.
Todavia, há sempre o caminho de volta. Há sempre uma melhor escolha a ser feita. Há sempre um perdão disponível. Há sempre uma redenção apropriada. Há sempre um melhor produto a ser comprado.

O Senhor da vida é a porta de saída para uma existência sadia. A diferença é que o produto oferecido por ele é de graça! Jesus.
"Ó VÓS, todos os que tendes sede, vinde às águas, e os que não tendes dinheiro, vinde, comprai, e comei; sim, vinde, comprai, sem dinheiro e sem preço, vinho e leite." (Isaías 55 : 1)

Um comentário:

  1. Gil MilagresJan 4, 2012 03:42 AM
    Muito bom como sempre...Feliz Ano Novo, meu nobre!

    ResponderExcluir